PASSWORD RESET

Atividades para crianças especiais: inclusão e respeito na sala de aula

E se a gente aproveitar todas as oportunidades para exercitar a empatia? É por meio de atividades para crianças especiais que podemos incluir e conscientizar dentro de sala de aula. Como já sabemos, a educação especial tem como um dos seus principais pilares, o respeito à diversidade. Estar em sala de aula com alunos diferentes, com talentos e necessidades diferentes não é um trabalho simples. No entanto, esse é um trabalho muito importante e que demanda qualificação e amor.

atividades para crianças especiais

Quando as atividades estão sendo organizadas, elas podem e devem contemplar questões de socialização para todos os envolvidos. Conheça mais sobre as atividades para crianças especiais.

Educação especial e a inclusão social

Em espaços educacionais, é importante que a coordenação pedagógica reconheça e oriente sua equipe a conscientizar os alunos sobre não sermos todos iguais. Os alunos precisam aprender a se colocarem no lugar do outro e a perceberem o quanto ser ignorado, criticado ou excluído pode ser doloroso.

Quando se está em grupo, e há estímulo para olhar para o colega como alguém que sempre merece ser respeitado, é possível compreender quantas fragilidades, forças e talentos estão no nosso entorno. A inclusão social pode ser trabalhada de uma forma lúdica, e um ótimo caminho para isso é justamente pensar atividades que proporcionem alegria e entrosamento entre todos os educandos, independentemente da sua situação física, mental ou social.

Criatividade, cidadania e inclusão

Algumas propostas passam por inserir o aluno no mundo do outro, literalmente. Em uma classe que tenha um aluno com deficiência visual, o professor pode convidar os alunos a realizarem uma tarefa com os olhos vendados. Ali eles experimentarão as dificuldades e surpresas de não se poder contar com a visão.

Um ponto interessante dessa experiência é pedir aos alunos que prestem atenção aos outros sentidos (audição, olfato, tato e paladar). Dessa forma é possível que eles verifiquem o quanto estão mais despertos, na ausência da visão. O professor pode ajudar as crianças a observarem o fato do colega não ter a visão, não faz com que ele seja menor ou menos importante que os demais.

Atividades para crianças especiais

Ambientes não acolhedores podem despertar ou fortalecer sentimentos de inferioridade, insegurança e isolamento em crianças que já enfrentam limitações motoras, intelectuais, visuais, auditivas, ou mesmo por apresentarem diferenças de raça, credo ou de qualquer outra natureza.

As atividades escolares devem ter como objetivo, a partir dos recursos pedagógicos apropriados, a busca pela conscientização e respeito, construindo espaços adequados à convivência harmônica entre todos os alunos. As propostas de trabalho colaborativas, estão mais focadas na interação entre os alunos que, na mera informação e repetição de conteúdo.

Deficiência auditiva

É necessário que haja um intérprete ou professor qualificado para ensinar libras aos demais professores e alunos. Usar gestos, falar de forma mais pausada e de frente para o aluno, facilita muito a comunicação. Use e abuse de recursos visuais.

Deficiência física

Há muitos recursos para que o aluno fique mais confortável dentro da sala de aula. É importante facilitar a mobilidade desse discente alargando portas, colocando rampas, dentre outras estratégias. Com essas ações, deve-se conferir o máximo possível de independência para o aluno.

Deficiência mental

Há instrumentos específicos para lidar com esses alunos que podem apresentar uma infinidade de diferentes questões. Tenha a família como aliada e se informe sobre o que aquele aluno precisa e sobre o que ele pode e deve fazer sozinho, estimulando assim, o seu bem-estar e a autoconfiança.

Deficiência visual

Proporcione, com ajuda qualificada, a comunicação em braile. Se possível, estimule os outros alunos a aprenderem mais sobre essa forma diferente e tão especial de se comunicar. Utilize recursos auditivos. Conte histórias e ajude a todos a serem criativos, formando imagens mentais do que se está trabalhando. Facilite a mobilidade com sinalizações e não mude os móveis de lugar, sem necessidade e sem informar ao aluno. Isso ajudará a evitar acidentes.

atividades para crianças especiais

Leave A Reply

Your email address will not be published.