PASSWORD RESET

Educação física adaptada: saiba o que é e como planejar sua aula

A educação física adaptada é uma metodologia com foco em incluir alunos portadores de deficiência em atividades físicas. A disciplina de educação física tem um papel importante quando falamos de desenvolvimento motor e intelectual de alunos.

educação física adaptada

Continue lendo para conhecer mais sobre essa metodologia de ensino inclusivo.

O que é a educação física adaptada

A educação física adaptada está diretamente ligada com a educação física inclusiva. A partir do ano de 1987 o Conselho Federal de Educação implantou essa subárea que chamamos de educação física adaptada. Ou seja, o educador físico deve modificar alguns pontos dos exercícios propostos para incluir àqueles alunos com deficiência física, deficiências sensoriais, deficiência mental e deficiências múltiplas.

O educador é extremamente importante para que a aplicação dessa metodologia seja bem sucedida. Ele deve tratar o aluno de forma que não exista desigualdade proporcionando assim que a auto-estima e autoconfiança do aluno seja elevada. Isso acontece por meio de atividades com que ele possa executar e, consequentemente, a inclusão desse educando no meio escolar.

Todas as atividades realizadas pela educação física adaptada visam incluir alunos portadores de deficiências para reforçar a existência e respeito pelas diferenças individuais. Esse posicionamento estimula o desenvolvimento consciente das outras crianças e faz com que o aluno portador de deficiência reconheça suas potencialidades.

O papel do Educador Físico

É importante que o professor esteja apto a lidar com esse processo inclusivo por meio da educação física adaptada. Ou seja, é preciso que o educador físico conheça e saiba identificar as diferenças entre os alunos, mas sempre com o intuito de incluir todos os alunos para diminuir o isolamento e permitir que os alunos que têm deficiências não se sintam excluídos por causa de sua deficiência.

Muitas crianças que portam deficiências são automaticamente excluídas das aulas de educação física, seja por receio, desconhecimento ou mesmo preconceito. Portanto, possibilitar que essa criança participe da aula pode trazer diversos benefícios para ela. Essa inclusão afeta os aspectos de integração e inserção social além de ajudar no desenvolvimento de capacidades afetivas

O educador físico que aplica a educação física adaptada cria um espaço de interação entre alunos que apresentam ou não deficiência, ajudando assim na desconstrução da ideia de incapacidade das pessoas com deficiência.

Como planejar aulas adaptadas

Para planejar uma aula de educação física adaptada, é preciso que o professor conheça a situação de seus alunos. Portanto, o primeiro passo é entender qual é a realidade que os educandos vivem, suas limitações e suas dificuldades. Essa pesquisa será usada como base para desenvolvimento do plano que será executado nas aulas.

Após esse estudo, o educador deve definir qual será o objetivo e quais serão os métodos utilizados nas atividades. A partir disso é possível começar a criar um programa escolar adaptado. Existe uma infinidade de jogos e brincadeiras adaptáveis para a inclusão e que propõe um sistema cooperativo entre os alunos.

Vale ressaltar que se na turma não há nenhum aluno portador de deficiência, é interessante propor atividades adaptadas. Ou seja, isso possibilitará os alunos a reconhecer, sentir e entender as dificuldades e desafios que pessoas com deficiências encontram. Sendo assim, quando existir a necessidade de integrar a turma com a chegada de um aluno com deficiência, todos terão o conhecimento, entendimento e aceitação para receber o aluno.

educação física adaptada

Leave A Reply

Your email address will not be published.